28.8.12

Toda Sua




   Gente........... essa linha de livros mata qualquer um.
   Como  não se apaixonar pelos personagens?


   Vou tentar ser imparcial ao fala do livro ( kkkkk, com se isso fosse possível).
   Ler 'Toda Sua' e não comparar com a trilogia dos 50 Tons de Cinza é quase impossível. 
   Pensando bem, dá até pra fazer um jogo dos 7 erros entre os livros.
   Gideon, o nosso belo galã, tem os mesmos terrores noturno que o, tudo de melhor, Sr. Grey. Tem seu pesadelos, não que assumir nenhum compromisso, tem uma situação financeira tão boa quanto a do Sr. Grey, etc...
   Eva chega a ser tão chata quanto a Ana em suas 'paranoias'. Mas pra Eva eu até dei um desconto porque ela tem seus traumas e seus 'fantasmas' por ter sido vítima de violência sexual durante tanto tempo. Mas não justifica ela ter que sair correndo toda hora, ela precisa de terapia severa. Ao contrário da Ana, que sempre teve de tudo, tem um homem louco por ela e resolve ir embora ao invés de sentar e conversar. Aff...
   Mas mesmo com toda semelhança com os 50 tons, eu gostei do livro.
   O romance entre Gideon e Eva é intenso, ele é pra lá de super protetor, (chegando a ser sufocante), super atencioso, mostra seu lado dominador quando proíbe Eva de se aproximar e falar  com seu irmão, e quando "salva" Eva de um ataque que ela poderia ter sofrido.
   Assim como Ana, Eva tem um melhor amigo. Fiquei confusa com relação a seu amigo, rapazinho desvirtuado, sô.
  Se eu for ficar fazendo comparações, acho que ou começar a não gostar mais do livro. (rsrsrsr) E na verdade eu gostei muito de ler a hist´ria de Gideon e Eva.
  Pra quem não gosta de livros ousados, ele não é uma boa pedida. A autora caprichou na descrição das cenas. Meninas, se você for tímida e nunca leu um livro assim, se preparem pra ficarem vermelhas. Achei as cenas de Gideon e Eva muito mais hot do que as cenas dos livros que li até agora, inclusive 50 Tons.


 Tem uma parte, em que Gideon fala pra Eve que ela quer ser sua submissa, que ela se sente muito mais segura quando eles agem assim. Ela fica revoltadíssima com ele, porque ela acha que como ela sofreu abuso durante tanto tempo e  nunca teve o controle da situação, ela precisa ter o controle agora,  mas ela acaba percebendo que Gideon está certo... 
 Em fim, meninas... eu adorei o livro, super recomendo, e já estou ansiosa pra ver onde esse romance vai parar e o que mais vai acontecer.
 Ficou com vontade de ler? Deixe seu comentário.





Noites em Fogo - (Série Protetore)s


Em fim, com dizia Renato Russo na música "Mudaram as Estações", ..."tudo que é pra sempre, sempre acaba..."
   Agora vou falar pra vocês sobre o terceiro livro da série, e com isso a série acaba.


   O terceiro livro conta a história de Mike Kellor. Nos outros livros só ouvimos falar de Mike, sem ver quem realmente ele é. Meninas, olhem só a capa do livro!!!


   A palavra que me em para descrever Mike é "visceral", ele é 8 ou 80, nele não existe meio termo.
Quando Fuzileiro Naval, foi o melhor Marine, na SWAT o melhoatirador. E na RBK ele não ia ser 8, com certeza ele é 80.
   O terceiro livro começa numa fase muito confusa da vida de Mike, em que "entar em confusão" é seu sobre-nome.
   Sam e Harry estão pra lá de feliz com suas familias e vivendo em seus mundinhos cor de rosa. Mike fica enfurecido com ele mesmo por vier as margens das familias de seus irmãos. Mike não sabe, mas ele sente falta de algo que não tem, ou seja, uma familia só dele. Sem saber, Mike sente seu coração partido.


  Então após uma noite desastrosa, e pertubadora para Mike, ele vai para a RBK com sua melhor cara "bad boy", e quando ele entra nos escritório ele a vê. Gente, se isso fosse a saga crepúsculo diria que Mike é um lobo e sofreu um imprinting. (rsrsrsr)


   Cloe é toda frágil, só de olhar pra ela parece que ela ai quebrar.
   Mike fica sabendo através da  secretária da RBK que ela está aguardando pra falar com Harry e decide que acompanhará Harry nessa entrevista. Cloe também nao deixa de notar Mike, mesmo porquê fazer isso é praticamente impossível, e fica intimidada com a maneira como ele a olha.
   Quando entra na sala de Harry e começa a contar a sua história, nem Harry nem Mike tem dúvida de que ela seja mais uma das "perdidas". E a medida que Cloe se aprofunda em sua história, Harry vai ficando mais tenso. Cloe conta que passou a maioria de suas vida em um hospital devido a um acidente que teve na infância, que acabou quebrando todos os seus ossos. Ela não teve a presença dos pais, e quando finalmente pode ir pra casa se pai chegou um dia mais cedo em casa e ela estava sozinha em casa. Nem preciso falar co que ele tentou fazer, né?
   Preciso fazer  um parenteses: quero saber que ela sofreu tanto na infância e quando volta pra casa encontra um traste como pai. Sorte que sua mãe chegou bem na hora de impedir, mas isso não impediu que o traste quebrasse o seu braço


   Voltando: sua mãe a colocou num colégio de freiras e ela nunca  mais a viu, nem mesmo no funeral de seus pais que morreram em um acidente.
   Harry e Mike ouviram tudo. Furiosos, mas quietos.
   E Cloe continua a sua história, diz que depois que seus pais morreram ela descobriu que foi adotada quando tinha cinco anos, que sua mãe biológica era dependente química, e que sempre se envolvia com homens também dependentes, e que numa noite de natal um dos companheiros de sua mãe estava tão louco, que matou sua mãe, a jogou contra a parede ( por isso de tantos ossos quebrados), e quebrou as pernas de seu irmão. Mas que mesmo machucado seu irmão tinha matado o tal namorado e chamado ajuda. 
   Gente!!!!!!! Pára tudo... Harry ficou tão tenso com tudo, que demora um pouco para assimilar, mas ele vira para Cloe e a chama de Crissy, em resposta ela a chama pela maneira como o como o chama quando era criança: "Hawy". E Harry finalmente cai em si e vê que está diante de sua irmã que ele pensava que não tinha conseguido proteger e salvar.


   Ouvindo a muvuca, Sam, Nicole e Eve se juntam a Harry e Mike, e diante do que vêem, a vida vira uma festa.
   Analisem comigo: Mike nunca teve uma namorada, boêmio e mulherengo até onde podia, e quando encontra o que nem sabia que estava procurando, ela é irmã do seu irmão. "Legal" isso tudo.
   A noite vira uma festa, todos felizes... mas a festa é interrompida por um amigo de Mike da época de SWAT, que o chama de canto e diz que ele é suspeito pela morte de uma mulher e que ele precisa ir até a delegacia e prestar depoimento. Pensa que não pode ficar pior? Ham.. pois fica. Cloe ouve tudo. Sam e Harry vão com ele até a delegacia, ele presta depoimento, analisam a noite em questão e chegam a conclusão de que Mike não poderia ter cometido o crime e é liberado. Parece que tudo se resolveu,né? Ahhhhhhh tá. Pois pode ficar pior. Momentos de tensão... Harry diz a Mike que ele não é bom para Cloe, que é melhor que Mike fique longe dela e faz com Mike dê sua palavra que não chegará perto de Cloe. E assim Mike faz. Que dó do Mike.


   Mike até que cumpre sua palavra. Fica sem encostar em Cloe, mais irmãos impossível. Até que ele evita que ela seja morta. Sem querer ela entra em assuntos muito perigosos e tem que ser silenciada. Que horror!...
   Cloe sem saber que correria risco tentou ajudar umas prostitutas e com isso ativou a ira do cafetão, que a quer morta.
   Mike a salva e decide  e avisa a todos que Cloe ficará com ele, e isso não tem discussão. 
   Todo momento de Mike é dedicado a proteger Cloe, mas não adianta... Ela é capturada. 
   Aff, por que essas mulheres não conseguem ficar longe de confusão?
   Mike e Harry ficam loucos e saem em busca de Cloe. Dessa vez Sam não pode ir com eles.
   O homem que capturou Cloe manda que Harry vá sozinho e se ele desconfiar que tem mais alguém com ele, Cloe é morta. Imagina, falar isso é o mesmo que jogar gasolina no fogo pra Mike. Antes que Harry pudesse pensar Mike já estava vestido no seu melhor estilo "atirador de elite" e pronto pra matar quem quer que fosse.
   Os dois vão até ao local determinado para resgatar Cloe, o sequestrador se certifica que Harry está sozinho e começa a negociar. Coitado.. na primeira oportunidade Mike sai de seu esconderijo e o acerta, derrubando-o no mesmo lugar. Quem mandou o sequestrador mexer com os protetores? Acabou morto.
   Com tudo resolvido, Mike e Cloe se casam.


   Sam e Harry estão pra lá de felizes com suas esposas e filhas. Mike e Cloe decidiram que ajudariam as  mulheres vitomas do homem que a sequestrou. Só que nessas indas e vindas nas viagens que eles faziam, Cloe reaparece grávida e de gêmeos... Pronto! A familia mais do que formada e Mike finalmente encontra o que sentia falta e nem sabia.
                                   FIM


   Falar que eu gostei da série é pouco... Amei, e espero que tenha conseguido passar pra vocês o quão vale a pena se aventurar nesse mundo que Lisa Mari Rice criou pra nós.
   Até o próximo livro.










Mais Quente que o Fogo - (Série Protetores)


 O segundo livro da série é  o livro do Harry Bolt. Também li o livro em e-book, por isso não tenho os dados técnicos. Mas olha a capa:


   Como eu já falei, o inicio do livro é muito triste. A morte de sua mãe e de sua irmã devasta Harry. O fantasma de não ter podido salvar Crissy acompanha Harry.
   Quando volta do Afeganistão, Harry volta arrebentado. O livro não explica como, pelo menos eu não me lembro de ter lido, mas fala que ele sofreu vários danos por causa de um RPG (um tipo de bomba). Ele volta todo quebrado, correndo risco de morrer. Nossa.......... que nervo de pensar que ele podia ter morrido

   Como Sam e Mike são os únicos que constam como parentes, eles vão buscá-lo. O estrago foi grande. o rapaz quase deu " perda total", mas seus irmãos estão determinados a salvá-lo. Depois de toda cirurgia que teve que fazer, e de muitos pinos em seus ossos, chega a hora de Sam e Mike colocá-lo em pé novamente. Sam o leva para trabalhar na RBK e o coloca para trabalhar com ele ( o B de RBK). Como não pode "entrar em ação", Harry começa cuidando dos computadores e dos atendimentos que Sam não gosta de fazer. Mas mesmo com todo o esforço de Sam, Mike e o fisioterapeuta, que Harry carinhosamente chama de nazista, Harry está num "grau" de depressão que decide que não quer mais viver. Mas foi então que ele conheceu Eve. Só que primeiro ele conhece  sua voz, pois Eve é uma cantora. E são as músicas de Eve que salvam Harry.
   Meninas, é impossível não se encantar por Harry, e quando mais leio sobre ele mais descubro que será difícil ser fiel ao Sam, rsrsrs.


   Eve é uma cantora, mas por algum motivo ela não mostra seu rosto e todos só conhecem a sua voz. E foi ouvir Eve, noite após noite, que fez com que Harry saísse do buraco onde se encontrava.
   Um certo dia, Harry e Sam estavam no escritório da RBK, esperando para atender uma da "perdidas" (nome que dão as mulheres em situação de risco e pedem ajuda) e quando essa mulher entra  no escritório e começa a contar as sua  história e o que a levou a RBK, adivinha quem ela era? Isso mesmo, Harry está cara a cara com Eve.

   Quando Harry se vê cara a cara com a mulher, cuja voz salvou sua vida, ele decide que fará o que for preciso pra protegê-la. E isso acontece muito antes do que Harry imagina...
   Como todas as perdidas, Eve chega a RBK assustada e com medo. Ao ver Harry e Sam ela   acha que caiu na toca do inimigo. Harry e Sam tem o porte muito parecido com os capangas do homem que quer matar Eve. Mesmo com medo, Eve resolve contar toda sua história, o que a levou e como chegou a RBK. Os dois ouvem sem fazer nenhum comentário, nenhum momento. Quando ela lhes conta o nome do seu perseguidor, os dois se entre-olham, e Eve chega a conclusão que realmente esta na toca do inimigo. Ela inventa uma desculpa para sair do escritório e foge. Nessa fuga, ela acaba realmente caindo nas mãos de seu inimigo.



  Quando Harry se dá conta que ela fugiu, ele começa a "caça-la" pois sabe que ela corre mais risco agora do que antes.
   Harry, literalmente sai como um louco, e consegue alcançar Eve quando ela está preste a ser apanhada. Na luta entre Harry e os capangas Eve fica ferida. Harry a leva para seu apartamento, e ela fica desacordada por vários dias. Quando acorda, vê que Harry permaneceu ao seu lado o tempo todo. Isso quer dizer que ele só pode ser o mocinho e não o vilão. Com a convivência, apesar de ser de poucos dias, os dois se tornam amantes. E como não podia deixar de ser, as cenas dão um calorão! Aff!!!!



   Agora com Eve como sua mulher, Harry se torna ainda mais protetor. Mas mesmo com a "marcação cerrada" de Harry, o homem que persegue Eve a encontra e a captura. Gente!!! Agora Eve está realmente em apuros. O homem que a está perseguindo já matou seu agente, levou uma amiga de Eve a cometer suicídio e ainda enviou as fotos disso tudo pra Eve.


   Mas Harry tem como descobrir para onde ela esta indo. E dessa  os três vão resgatar Eve. Sam e Mike não querem ver Harry se afundar de novo e muito menos que Eve morra.
   O resgate é "TDB", dessa vez parece que não vai dar tempo, mas a equipe e super eficiente. O perseguidor de Eve é  morto (claro!) e agora em segurança, Eve se sente livre e segura para finalmente ficar com Harry, Ai, ai!


   Mas pensa que acabou? No final do liro quem ressurge dos mortos? Isso mesmo, Crissy!
   Só que isso é assunto para o livro do Mike.
   Ai gente, adoro essa série!!!!!!!!












No Meio do Fogo Cruzado - (Série Protetores)


  Ai, ai!... Eu nem sei por onde começar!
   Morri lendo esses livros.

   Pensa num livro que quando a gente começa ler não quer mais parar. Pois é, os três livros da série são assim.
   Antes de falar sobre os livros eu vou apresentar os três tudo de bom dos livros pra vocês.
   Os três protetores são irmãos. Como eles mesmo costumam dizer: não de sangue, mas são irmãos. Os três de alguma maneira sofreram maus-tratos na infância e foi em um lar provisório que se conheceram.
   O primeiro irmão é Sam. Ele é um ex-SEAL ( elite das Forças Armadas Americanas ). Quando ele nasceu, sua mãe o "jogou fora", uma pessoa viu e o entregou à assistência social. Ele passou toda sua vida nesses lares provisórios. Como meta para sua vida, ele decidiu que tão logo ele pudesse entraria para as Forças Armadas. E foi o que ele fez. Só deixou de ser SEAL devido a um problema em sua audição, e um SEAL não pode ser surdo. Foi aí que ele resolveu fundar a sua empresa de segurança. Gente, apesar dele ser enorme e um ex SEAL, a vontade que dá é de cuidar dele. Por trás da imagem de homem mal, ele é tudooooooooooo. "Paxonei" no Sam.

   O segundo irmão é Harry. Pronto... foi aí que percebi que não ia ser fiel ao Sam, rsrs. Gente, em todos os livros que li até agora eu não me lembro de um mocinho que tenha sofrido tanto. 
   Harry viveu sua infância com sua mãe e sua única irmã. Sua mãe era dependente química, e se envolvia com pessoas também dependentes. Harry fazia o que podia para proteger Crissy ( sua irmã) disso. Mas numa noite de natal, o último namorado de sua mãe estava tão "lôco" que matou a mãe de Harry, sua irmã e deixou Harry com suas duas pernas quebradas.    
Mas mesmo ferido, Harry matou o namorado de sua mãe. Resultado: Harry foi parar no mesmo lar provisório que Sam. Foi aí que se conheceram e se tornaram irmãos. Harry também se alistou, se tornou um agente da Delta Force. Serviu no Afeganistão e após um acidente ele voltou pra casa. Apesar de muito machucado e correndo risco de morrer, tê-lo em casa é uma alegria para seus irmãos.


   O terceiro irmão é Mike. Dos três, Mike é o único que teve uma família. Ele era o caçula de três irmãos. Um dia, em um assalto toda sua família foi assassinada. Não preciso dizer o quão revoltado ele ficou, né?
   Encrenca e revolta era o que se via em seu rosto. Não parava em nenhum lar provisório, até que foi colocado no mesmo lar em que Sam e Harry. E, pronto a família está formada.
   Assim como seus dois irmãos, Mike se alista e se torna um Fuzileiro Naval. Depois que sai da Marinha, Mike se torna policial e passa a fazer parte da SWAT. Quando deixa a Swat, ele se junta a seus dois irmãos e formam a RBK Seguranças
   Juntos eles protegem as mulheres e crianças que vivem em situação de risco. E através disso é que conhecem suas amadas.
   Ai, ai... É difícil se manter fiel a um deles. Quem ler toda a série vai apaixonar nos três.

   Então... depois dessa apresentação dos três irmãos, ou contar pra vocês como são os livros e tentar passar o quanto eu gostei deles.
  O primeiro livro da série é: NO MEIO DO FOGO CRUZADO.
  Eu li os livros em e-book, então eu não tenho os dados técnicos, mas a capa eu tenho e vou postar pra vocês. 
 

   No começo,como em todo livro que começo a ler, fiquei meio perdida e confusa. Mas depois que "entrei" no livro, a única pergunta que me resta é: O que vem a ser o Sam?
   Nesse livro vamos conhecer a história de Sam e Nicole.
   Como já adiantei, Sam é um ex-SEAL  que após deixar as Forças Armadas funda a Reston Seguranças ( o R da RBK Seguranças ). Além de fazer segurança, Sam também trabalha "disfarçado". Nesse momento do livro ele está disfarçado como se fosse um bandido. Gente, imagina só, um homem com 1,90, super forte, com cara e jeito de mal e tudo nele sugere que ele só pode ser perigoso. Foi a assim  que Nicole viu Sam pela primeira vez. Ah! eu não posso deixar de mencionar o quão admirável é Nicole, mulher interessantíssima.
   Nicole é uma ex-tradutora da ONU que deixa seu emprego para cuidar de seu pai que está doente. Ela monta uma empresa de tradução no mesmo prédio e mesmo corredor da empresa de Sam. Eles se vêem pela primeira vez no dia que Nicole está mudando sua empresa para a sala ao lado da Reston. Assim que vê Nicole, Sam se sente atraído por ela, mas como está trabalhando disfarçado e as pessoas com que ele está convivendo são perigosas, ele decide esperar o serviço acabar para se aproximar.
   Quando acaba sua missão, ainda vestido de maneira que tudo indica perigo, "saia correndo", ele se aproxima de Nicole, e depois de perder uma aposta, em que se perder ela terá que sair com ele, Nicole não vê alternativa e tem que sair com Sam. Obaaaaaaaaaaaaaaaa!
   Logo no primeiro encontro, eles já vão "pros finalmente". Mas pensa que é um finalmente água com açúcar? Assim como sua aparência mostra, Sam é ... Aff! dá calor só de ler.

     

   Boa mocinha, Nicole cai em si no outro dia. Pensa na noite passa, nas coisas que fez e começa a evitar Sam. Sam tenta falar com Nicole de todo jeito, mas ela não atende. A única coisa que passa pela sua cabeça é que ele pôde tê-la machucado e isso o agoniza. Afinal ele não machuca mulheres.
   Após "fugir" de Sam, Nicole tem que voltar para seu escritório para trabalhar é aí que sua vida fica em perigo (literalmente) e Sam a salva. Pronto!... Sam decide que a protegerá e que à partir desse momento ele não a deixa mais sair de perto dele.
   Com a vida de Nicole e de seu pai em risco, ele mostra que é mesmo um protetor.
   Meninas!!!!!!!!! Aquilo não é um homem, é um tanque de guerra e parte pra cima de quem ameaça Nicole e seu pai. Adoroooooooooo!
   O pai de Nicole é sequestrado, e Nicole ela tem que ir resgatá-lo, e acaba virando refém também. Sam fica enfurecido, e junto com Mike ele vai resgatá-los. Harry fica no escritório dando as coordenadas a Sam pelo computador.
   O resgate é MARA!!!!!!!!!!! Adrenalina a mil. Mike o ajuda e mostra a que veio.
   Após salvar a vida dos dois, Sam se casa com Nicole. Quem diria o bom e velho Sam, "pegador", se casaria. Pois é, mas eles se casam. Ebaaaaaaaaaaa!

   Mas o melhor de tudo, é que  como é uma série a gente continua a acompanhar a história desse casal. E cá entre nós, Sam e Nicole formam um casa tudo de bom.
   Bem... o primeiro livro é basicamente isso. Ameiiiiiiiiiiiii todos espero que gostem e que lêem para conhecer esse protetor tudo de bom!


   



   



      










50 Tons de Cinza - E. L. James




   Antes de começar a falar de 50 Tons de Cinza, preciso respirar porque depois... o livro é de tirar
o fôlego. Aff!!!
   Confesso que comecei a ler o livro no '"escuro". Tinha referências de que seria um bom ótimo livro, mas não tinha ideia do que se tratava o livro. Ouvi comentários que lembrava a saga crepúsculo, e também ouvi críticas achando um absurdo comparar a trilogia com a saga. E sabe aquela coisa de não falar para uma criança não fazer algo e logo ela está fazendo o que foi falado para ela não fazer? Foi o que aconteceu comigo, tantos comentários a respeito do livro me fizeram querer lê-lo.
E depois de terminar de ler o primeiro da trilogia só me resta dizer o seguinte: POR QUE A DEMORA PARA LANÇAR OS OUTROS DOIS? Isso não se faz com nosso pobre coraçãozinho... Com todas as ressalvas que o Sr. Grey merece, gente apaixonei no livro. 


   No começo, como em todo livro que leio, "boiei" na trama. A Anastasia me cativou logo de início, personagem encantador. Sua deusa interior é tudo de bom, e o conflito que ela vive entre o que é e o que sua deusa quer é uma delicia de ler, e ver sua evolução no decorrer do livro... sem descrição.
   No primeiro encontro de Ana com Christian (isso, fiquei intima e ele me deixou chamá-lo pelo primeiro nome, rsrsrs), ele já deixa aparecer um pouco do quão enigmático e encantador ele pode ser, mas eu não esperava aquilo tudo...
   Já li inúmeros romances, mas em nenhum teve um galã tão... tão.
   A primeira vista me encantei com o quão ele pode ser protetor com relação a Ana ( ela também me pediu para só chamá-la de Ana, rsrs). Porque, apesar de todo feminismo, nós ainda queremos um homem que nos proteja e cuide de nós, e nos faça sentir que somos cuidadas.
   Quando ele fala para Ana que se ela fosse uma das suas..., à principio não entendi, mas  depois...
Por favor, alguém em abana!

  Como o nosso cantinho também é visitado por menores de 80 anos (rsrsr), a censura me impediu de ir muito a fundo sobre o que eu achei do Sr. Grey, mas vou tentar falar dele sem me empolgar.
   Apesar de seu gosto "torto", Sr. Grey se mostra é um tremendo de um romântico, e mudar os seus conceitos porque Ana quer mais do que ele está acostumado a oferecer só vem provar que nem ele sabe como ele pode ser...
   Ele diz que não faz amor, mas na primeira vez dela ele fez; ele diz que não divide a sua cama, mas com Ana ele divide; ele diz que não se envolve, mas com Ana ele fica pra lá de envolvido... em fim tudo que ele não é e nem faz ele é e faz pela Ana. Pra mim a cereja desse bolo é quando ele leva Ana pra jantar na casa de seus pais. Ali a gente vê que não tem mais volta, o inatingível Sr. Grey está apaixonado.


   Depois do jantar na casa dos pais do Sr. Grey eu só me apaixonei ainda mais por ele.
   A troca de mensagens entre eles por e-mail são tudo de bom, ador a parte em que Ana escreve pra ele que ele nunca fica, e pouco tempo depois ele chega para ficar com ela. A maneira como ela desafia ele é empolgante, aliás tudo que a Ana consegue fazer com o Sr. Grey é empolgante. As maneiras que ela o pega de surpresa, fazendo coisas que ele jamais espera. 
   Ai gente, como é difícil falar dos dois.. é empolgante o romance deles.
  Quando ele vai atrás dela na casa da mãe dela e ele leva Ana pra passear de planador, tem coisa mais romântica?
  Então... ficar falando do livro, vou "chover no molhado". A minha dica é: se leu, releia, se não leu e gosta de ler está esperando o que para se apresentar ao Sr. Grey?
   Sem dúvida nenhuma, 50 Tons de Cinza vai ficar num lugar de destaque entre os meus preferidos.