28.9.12

Vozes do Silêncio

   Olá amigos! Esse livro me foi enviado através da parceria que o blog tem com a autora AdrianaVargas, para que fosse feito uma resenha crítica. As imagens por mim anexadas nesse post não tem nada a ver com o livro, são imagens que eu fui imaginado como poderia ser e coloquei no post.
   Antes de começara falar do livro, queria dizer que fiquei muito honrada em ler esse livro antes mesmo dele ser lançado. O Aghridoce é um bebezinho que ainda está engatinhando e ter essa confiança de uma autora é motivo de muita felicidade pra mim. Adriana Vargas obrigado pelo carinho e atenção. Mas vamos ao livro.



Já tive o imenso prazer de apresentar pra vocês o Catálogo do Livro (clique aqui) e agora eu tenho a missão, rsrsrs, de fazer a resenha de um pré-lançamento.


Resumo da obra:


 O ditador espanhol, Francisco Franco, procurou pela magia cigana a fim de que conquistar o poder, implantando a ditadura na Espanha. Porém, não cumpriu o combinado - ajudar o gitano Juan a encontrar Analy. Uma maldição fora jogada na Espanha e agora o oculto, comandava toda a Nação. 
Analy teve sua alma planejada para salvar a Nação e a todo descendência cigana, livrando até mesmo o mundo da terceira guerra mundial. Cresceu sem saber da verdade e dos mistérios que norteavam sua família. Certo dia se apaixonou por Vidal, líder opositor da ditadura, que lhe trouxe uma estrela de cinco pontas, a pedido de uma cigana misteriosa que encontrara na Praça de Coslada, dizendo que ele iria conhecer a mulher que mudará sua vida, e precisava entregar o objeto místico a ela.
Analy  precisou voltar no tempo e reviveu tudo que passou, conhecendo a verdade.


   Então amigos, pelo resumo  da obra dá pra se imaginar como  a estória da Analy, Juan e Vidal será intensa,né? Mas nem  de longe dá pra se imaginar o quão maravilhosa é a obra. Fiquei enfeitiçada, acho que foi a cigana, rsrsrsr.
   Como toda vez que faço uma resenha, vou dizer: No começo fiquei meio confusa, mas isso só durou três páginas. Analy é um personagem tão envolvente que é impossível não se envolver com ela ao longo do livro, Vidal é cativante e Juan passeou entre o amor e ódio, mas decidi por amá-lo.
   O livro logo de cara nos leva a uma viagem no tempo, ele começa com uma Analy no futuro e que tem a oportunidade de voltar ao passado podendo mudá-lo ou não.
   Analy volta pra Espanha de sua infância, uma Espanha que era regida pela ditadura de De La Vega e que motins explodiam nas ruas. Filha de um pai totalmente autoritário, e que suas palavras eram as  únicas aceitas em sua casa. Pra mim a vida de Analy no começo se resumia em ditadura de De La Vega fora de casa e ditadura de seu pai em casa., rsrsrsr.
   O começo do livro foi meio confuso pra mim, eu lia, via tudo acontecendo e ao mesmo tempo bati cabeça. Mas é impossível não se envolver em toda trama quando  se "entra" no livro. Pois foi exatamente isso que aconteceu comigo, ouvi cada riso que Analy deu e chorei cada lágrima com ela.
  Analy é uma menina que vive com sua família em um sítio. Ela mora com seu pai, sua mãe e sua irmã ( personagem que eu quis conhecer melhor). Sua única diversão é um rádio a pilha que ganhou de sua Abuela Antonieta, e é através desse rádio que ela conhece a voz e se apaixona por Vidal. A vida de Analy se resume a ajudar seu pai no sítio, ir à casa de sua Abuela e ouvir seu rádio.


   Já Vidal tem uma vida que é o oposto da de Analy. Jornalista e militante nos movimentos estudantis, Vidal está sempre indo e vindo. Acredita na causa pela qual luta. ele é apaixonante


   A vida de Vidal começa a mudar quando uma cigana o entrega uma estrela de seis pontas e ela lhe diz que ele entregará aquela estrela a mulher que mudará a sua vida. Vidal escuta tudo incrédulo, mas não é que a cigana tinha razão... No mesmo dia ele vê Analyaly  e tem certeza que ela é a mulher que a cigana falou.
   Já a vida de Analy muda quando seus pais chegam um dia em casa com um rapaz e diz a Analy que ele veio pedi-la em namoro. Analy se revolta, se rebela, mas não adianta seu pai já tinha decidido e ponto. No começo Analy é toda revoltas, mas Juan é tão cativante, que ela acaba por suportar a sua presença no começo e depois ela realmente aprecia sua companhia.  
  Sabe aquele personagem que faz as mocinhas suspirarem e faz com que a mulherada o queira na vida real, então esse é Juan.


  Ao longo do livro segredos são revelados sobre Juan, é aí que fiquei entre amá-lo e odiá-lo. Você lê e fica pensando que não é possível tudo isso, como um homem tão... tão. Tudo que uma mulher sonhou em ter na realidade, na vida real, é o Juan. Ai gente sofri, viu, nessa hora! Eu já tava meio que fazendo Analy se apaixonar por Juan, porque ele demostrava tanto carinho e que entendia ela. Na verdade dá pra sentir o amor de Juan por Analy


   Na hora que segredos vão sendo revelados, amores sendo vividos e tudo isso envolto na ditadura, eu só me fazia uma pergunta: Por que Juan tem que ser assim? Gente sofri demais com Juan.
   Mas a medida que o liro vai se aproximando do fim e tudo vai se encachando eu fiquei mais apaixonada ainda pelo triângulo e tudo que ele representou no livro. Até o pai da Analy, que no inicio me irritou, me cativou profundamente.
   Apesar de suas 271 páginas, um livro não tão longo, toda a estória coube nele, não faltou nem passou nada.
   Gente e o final? o que vem a ser aquele final? Fiquei com medo de que de última hora a Adriana mudasse de ideia e o final fosse diferente. Mas o final foi PERFEITO!


   Agora que tive o prazer de ler Vozes do Silencio em pdf, só me resta dizer uma coisa: Mal posso esperar pela Bienal do Rio pra ter Analy, Juan e Vidal impressos em minhas  mãos.
  E você, se pudesse passar por uma porta e mudar o passado, onde o amor é a resposta de tudo, o que você faria? Espero suas respostas nos comentários. 
  Adriana Vargas, obrigado pelo privilégio de ter me apresentado Analy, ela deixou um pedacinho dela comigo.
  Abaixo só um trechinho pra vocês ficarem ficar com vontade:

"... fé, no momento do sacrifício, algo maior que a maldição poderá lhe salvar: a prova do amor verdadeiro, sem que seja necessário derramar seu sangue..."
   Beijos




  






26.9.12

Vozes Do Silêncio - Adriana Vargas

   Olá amigos. Hoje estou aqui pra divulgar o livro VOZES DO SILÊNCIO. 
   Esse livro é da escritora ADRIANA VARGAS e será lançado ano que vem na Bienal do Rio de Janeiro. Abaixo o catálogo do livro, feito pela própria autora. Espero que gostem, pois eu amei.



Vozes do Silêncio



Um livro que será publicado pela editora MODO/2013 e lançado na Bienal do RJ. 

Linha literária - Romance Sobrenatural
Influência - Juvenil, histórico
Capa - Em breve, por Marina Avila


Sinopse: Somente algo poderia libertá-la – o amor!

Década de 60 - rock in roll, revoluções e um amor impossível – Analy se apaixona por Vidal, locutor de rádio e militante rebelde, em meio às crises políticas que assolavam a Espanha durante a ditadura franquista, porém, ela não esperava que sua família, guardasse um segredo tão maligno, capaz de separá-la definitivamente de seu grande amor. Consequências de um passado tenebroso, vinganças sombrias, vozes, visões e uma maldição cigana – são os ingredientes que nortearão esta obra, do começo ao fim. Somente o mais forte vencerá num cenário de lutas, sangue, perdas, mistérios e o sobrenatural.

Resumo da obra:

 O ditador espanhol, Francisco Franco, procurou pela magia cigana a fim de que conquistar o poder, implantando a ditadura na Espanha. Porém, não cumpriu o combinado - ajudar o gitano Juan a encontrar Analy. Uma maldição fora jogada na Espanha e agora o oculto, comandava toda a Nação. 
Analy teve sua alma planejada para salvar a Nação e a todo descendência cigana, livrando até mesmo o mundo da terceira guerra mundial. Cresceu sem saber da verdade e dos mistérios que norteavam sua família. Certo dia se apaixonou por Vidal, líder opositor da ditadura, que lhe trouxe uma estrela de cinco pontas, a pedido de uma cigana misteriosa que encontrara na Praça de Coslada, dizendo que ele iria conhecer a mulher que mudará sua vida, e precisava entregar o objeto místico a ela.
Analy  precisou voltar no tempo e reviveu tudo que passou, conhecendo a verdade.



Um print do original VOZES DO SILÊNCIO, que será ainda revisado, resenhado, e depois, uma cópia será traduzida para o inglês. Quero trabalhar esta obra fora do País também.



Num relance de fé, amor e magia, um estrondo vindo pelo feixe de luz que era emitido da lua para dentro do templo, através da pequena janela, alcançou a estrela de seis pontas que estava sob seu corpo. O objeto faiscava fogo no ar. Analy pode sentir a vibração que este fazia em seu tórax. O punhal fora direcionado até o alcance de suas mãos, que o mirava na direção de seu peito. Tudo estava pronto para desfazer a maldição como esperavam os ciganos, porém a força do que se lembrou e sentiu, transformou-se em algo sagaz e superior ao sacrifício.




Algumas curiosidades sobre o livro VOZES DO SILÊNCIO:


Foi escrito num tempo em que a virgindade estava deixando de ser Tabu e sociedade Espanhola era Patriarcal.


Curiosamente, sem saber, desenvolvi o tema de magia cigana, só vindo a descobrir depois, através de pesquisas, que uma parte dos ciganos tiveram a origem deste País.



Era uma época onde a rebeldia despontava junto com o desejo de liberdade entre os confins políticos da 
ditadura. Manifestação dos estudantes nas ruas:


Conflito armado nas ruas:



As roupas da moda da época eram basicamente isso:

 



Os personagens, me inspirei nesses rostos:




1º - Vidal - militante espanhol, lutava contra a repressão em Madrid


2ª - Analy, a protagonista principal


3º - Juan, membro da ditadura espanhola.



Vina:


Abuela Antonieta:



A cigana que parecia para Analy:





Casa de Juan:



Local do sacrifício:


Sítio onde morava Analy e sua família:


Casa da abuela de Analy




cidade de Coslada


   Musicas que inspiraram a escritora:


   Ai gente, eu não sei se vocês também ficaram curiosos, mas eu  não vejo a hora do lançado. Amei tudo.
   Beijos!



Meme - Conheça O Blogueiro



Amigos, recebi esse meme da amiga e parceira Verônica sobreira do blog Tribo do Livro, e agora cá estou eu pra dividir esse meme que achei uma "delicinha". Adoro esses memes, porque assim podemos conhecer mais nossos amigos.

 1. Quando surgiu a ideia de criar seu blog? 


Bem... esse universo era um tanto quanto novo pra mim. Primeiro comecei a participar de grupos no face sobre livros, aí fui fazendo amigos que os interesses também giravam em torno dos livros, quando eu vi já estava totalmente envolvida nesse universo. Não vi outro jeito, criei meu blog para compartilhar com os amigos minhas impressões sobre meus livros. Era pra ser mais como um diário, não imaginava que teria a proporção que tem hoje.



2. Origem do nome do seu blog:

Como gosto de todo tipo de leitura fiquei imaginando algo que englobasse tudo. Aí lembrei da mistura sal e açúcar na culinária, bingooooo. Tem também a banda Agridoce que amo de paixão, ai junto tudo.



3.Você tem outros blogs além deste? 

Sim, mais dois (rsrsrsrs). Tenho o Teia- entres amigas, onde falo de coisa muito úteis,kkkkk, tipo unha, cabelo, pele, e tem também meus livros e séries preferidas. E tenho o Bixo Mimado que fala sobre outra paixão que são os pets, mas tá meio de lado porque os dois primeiros me consomem tempo demais.


4. Já pensou em desistir alguma vez do seu blog?  


Sim, principalmente do Aghridoce. Manter um blog sozinha e sem contatos é muito dificil, mas graça ao grupo Blogueiras do Face o blog deu um 'up' o que me deu nova motivação para continuar.


5. Mande uma mensagem para os seus seguidores. 

Quero agradecer muito pelo carinho de todos e pela convivência em torno dessa paixão que temos pelos liros.

Uma música: Ai ai, são tantas... Mas em homenagem ao Blog: ME ADORA da BANDA AGRIDOCE.
Um livro: Médico de Homens e de Almas - Taylor Cadwell.
Um filme: P. S. Eu Te Amo
Um hobby: fazer trabalhos manuais 
Um medo: De perder minhas filhas, já perdi dois e doi muito. Nós nunca recuperamos de uma dor dessa.
Uma mania: de fazer mil coisas ao mesmo tempo.
Um sonho:  Viajar pelo mundo com meu marido
Não consigo viver sem:  Meu marido e minhas filhas, e sem meus livros
Tem coleção de alguma coisa? Livros. Nunca dou conta de ler todos, mas sempre quero mais. Amo ver a estante com todos meus 'amores'.
Do que mais gosto no meu blog? De falar sobre os livros,  cinema, conjecturar sobre o mundo literário
Gostaria de fazer alguma pergunta aos próximos participantes? Sim
Por que nós blogueiros não somos unidos?
Qual o livro que mudou algo em sua vida ou em sua maneira de pensar? Dificil enumerar. Acho que todos os livros que lemos deixam um pedaço deles e levam um pedaço nosso. Uma boa estória ou história nos muda de dentro pra fora.

Bom gente, essa sou eu. Espero que gostem.

Vou indicar para 5 blogs:

Meus Tesouros Preferidos

Daily Of Books
Alquimia Dos Romances
Amor, Mistério e Sangue
Mania De Ler

 

25.9.12

As Aventuras de Merlim

   




   Olá! Hoje eu vou falar de uma série que eu amooooooo. Minha desculpa para assistir é que tenho filha pequena e faço companhia, rsrsrsr. Mas a verdade mesmo é que eu amo a série. 
   O triangulo amoroso entre Artur, Guinevere e Lancelot me encanta e ver isso na telinha então... me apaixonei pela série quando assisti o primeiro episódio a que tive acesso e desde então vejo e revejo as temporadas. 
Na série a interação e o "carinho" que Artur tem pelo Merlim me fascinam, dou muita risada com os dois.
  As Aventuras de Merlin é uma série que história de Merlin, um jovem mago que descobre seus poderes mágicos e se envolve em conflitos com Artur, quando este ainda não era rei, no reino de Albion, em Camelot. Essa série teve sua estréia em 20 de setembro de 2008. Sua quarta temporada está confirmada pela BBC para estrear no dia 1 de outubro de 2011. As gravações da quarta temporada começam em março de 2011 com 13 episódios encomendados. No Brasil, é exibida pela HBO Family (desde 2009), pelo Disney XD (desde 2010),e pelo sony spin(2012). 
PERSONAGENS

Merlin
Merlin viera à Camelot ainda jovem para aprender mais sobre seus poderes com o médico Gaius. Ao salvar o jovem Artur torna-se então seu servo. Uma pessoa gentil e humilde, com um forte senso de justiça. No começo da serie, tem uma antipatia com Artur, acreditando que ele é um valentão arrogante, mas ao longo da serie eles mostram um vinculo de amizade.
Arthur
O jovem príncipe Artur lidera os Cavaleiros da Távola Redonda contra todos os inimigos do reino. Se apaixona Por Gwen, na segunda temporada, e casa-se com ela na quarta. Ele vira um rei na quarta temporada, após a morte de Uther. É extremamente teimoso e corajoso. Preocupa-se profundamente sobre o povo de Camelot. Arthur se torna amigo de Merlin e, apesar de ser seu mestre, muitas vezes o proteje.
Morgana
Filha do falecido Gorlois (morto numa batalha a mando do rei Uther), tornou-se protegida do rei, por este ter uma dívida com o pai de Morgana. Morgana é uma jovem bonita e preocupada, e com o passar do tempo é revelado que ela tem o poder de prever o futuro através de seus sonhos. Depois descobre-se que Morgana não é filha de Gorlois, mas sim de Uther Pendragon. É protagonista durante a primeira e a segunda temporada, porem na terceira temporada vira antagonista. Durante as duas primeiras temporadas é a melhor amiga de Guinevere e amiga de Merlin, porém, alimenta um ódio contra os dois na terceira e na quarta temporada.
Guinevere
É a serva e melhor amiga de Morgana durante as duas primeiras temporadas, tendo uma personalidade aberta, amigável e humilde e facilidade de perdoar. No começo da história, é insinuado que ela tinha uma queda por Merlin, mas depois ela teve um breve romance com Lancelot, e então se apaixonou por Arthur. Seu pai, Tom, era um ferreiro gentil e amigável que foi preso por ajudar um feiticeiro, e executado numa tentativa de fuga no episódio 12 da primeira temporada. Ele não sabia que o homem era feiticeiro e só fugiu porque sabia que seria executado. Depois de sua morte, Gwen foi autorizado a permanecer em sua casa. Na terceira temporada é revelado que Gwen tem um irmão mais velho chamado Elyan, que depois se torna um cavaleiro de Camelot. Depois da morte de Uther e da coroação de Arthur, ela se casou com ele. Depois do casamento, ela trai Arthur com Lancelot e é banida de Camelot. No final da temporada 4, após Arthur perdoa-la ela torna-se rainha de Camelot.
Uther
Rei de Camelot e pai de Arthur. Em seu reinado qualquer tipo de prática de magias era totalmente proibida, sendo levado a morte todos os que a pratiquem. Morre na quarta temporada. Ele tem esse ódio por magia porque sua esposa morreu após o parto de Artur, que nasceu por magia, e sua esposa foi o preço pela nova vida. Embora ele soubesse que teria de pagar um preço pela nova vida, não sabia qual era o preço.
Gaius
Gaius recebe Merlin em sua casa e lhe oferece abrigo. É também o médico da família real e da cidade de Camelot. Ele é um feiticeiro e alquimista, mas Uther o perdoou com a condição dele desistir da magia. É um amigo da mãe de Merlim. Ele tem um senso de humor seco e considera Merlin como o filho que nunca teve. Ele aconselha Merlim e o ajuda com seu conhecimento de criaturas mágicas.
O Grande Dragão Kilgharrah
Ele é o único dragão que sobreviveu e foi aprisionado por Uther numa masmorra. Merlin costuma visita-lo quando está em uma situação difícil, porque ele alega que ele sabe o destino de Merlin, o dragão é também um dos poucos que sabem o segredo de Merlin. O dragão parece ser onisciente às vezes, e suas motivações são desconhecidas, além de seu desejo de ser libertado das masmorras de Camelot.

Pra que tem criança eu recomendo, mas se você não tem e como eu é apaixonada pelo triangulo Artur, Guinevere e Lancelot vale a pena assistir.
 Só pra dar um "gostinho" vejam o trailer da primeira temporada. Adorooooo!


   Beijos!!!



Divulgando Um Blog Amigo


Olá amigas! Hoje estou aqui falando com vocês com minha filha ao meu lado ajudando a fazer esse post. A presença e a opinião dela são de suma importância pra mim. Afinal estou aqui divulgando um blog de games e quem melhor que uma pessoa que gosta de games pra avaliar, né?


  O Blog em questão é do filho de uma amiga muito querida, a Mari. E vamos as impressões de Maria Vitória, as palavras que escreverei foi ela quem disse: " ACHEI O BLOG MUITO CRIATIVO, LEGAL, AGORA EU TÔ JOGANDO UM JOGO QUE PARECE UM JOGO DE MISTÉRIO E EU GOSTO DE JOGO DE MISTÉRIO, É BEM LEGAL. NOOOOOOOSSAAAAAAAAAAA TEM JOGOS DE AÇÃO, EU ADORO JOGOS DE AÇÃO. TÔ EMPOLGADA!!!!"
   A Maria Vitória gostou muito do layout também, o banner com aqueles olhos chamaram muito sua atenção. É um blog que tem jogos pra todas as idades e atende todos os gêneros, tanto mulher como homens vão gostar do blog, basta só gostar de games. 
  Como mãe de menina, eu adorei porque no blog tem um link que leva direto para jogos de meninas. Coisa que Maria Vitória com seus dez anos adoraaaaaaaaaaaaaa,


   Flores, eu e a Maria super indicamos o blog. Ela está super entretida aqui do meu lado com os games do blog. Ficou com vontade de conhecer o blog? Corre lá no blog PLAY GAMES ALFA ( Clique no nome do blog e vá direto) e anime seu dia jogando os jogos divertidos que tem por lá. Ah... Flores não deixem de deixar seu comentário no PLAY GAMES para saber o que acharam e o que querem. Nossos blogs são feitos para vocês! 
   Bejinhos e não esqueçam de comentar.





22.9.12

Divulgando Parceria



   É com um grande prazer que venho divulgar pra vocês, amigos, que o Blog fez essa semana uma parceria com a escritora ADRIANA VARGAS. E também e com muito carinho que a recebo,Adriana Vargas, no meu cantinho.
    Conheçam um pouco sobre Adriana Vargas.







   Nascida em 27 de dezembro em Anápolis, Goiás, veio para Mato Grosso do Sul ainda pequena. Começou a escrever desde que aprendeu a ler, pois seus pais compravam enciclopédias infantis ilustradas para incentivar seu gosto pela leitura, enquanto as crianças brincavam no quintal.
   Imaginava histórias que nunca viveu e as passava para o papel. Esses escritos, porém, eram escondidos debaixo do colchão. Ao serem revelados, venceu o seu primeiro concurso literário aos oito anos de idade, representando seu estado em nível nacional, o que lhe deu a segunda colocação no Concurso Mirim, realizado em 1978. Aos treze anos escreveu seu primeiro romance.
   No ano de 2000 entrou para a Academia de Direito pela Universidade UCDB, sendo uma das alunas mais aplicadas do curso. Apaixonada por leitura filosófica, procurava por obras de autores como Platão e Hanna Arendt. Encantou-se com os Iluministas e as histórias das antigas civilizações. Participou de projetos, como o incentivo às cooperativas.
   Fez Direito pelo senso de justiça que a alimenta e sempre haverá alguma lacuna em suas obras para ressaltar as misérias sociais e a busca por mobilização.
   Julga-se morta quando se encontra em estado de falta de inspiração. Pretende escrever como amadora durante toda a sua vida, pois somente desta forma consegue se encontrar livre em sua escrita, escrevendo como quer e quando quer, como um mero desabafo do eu interior.
  Hoje afastou-se das práticas forenses, buscando novos desafios, tendo uma parte de seu tempo dedicado arduamente aos seus livros e leituras de livros como filosofia, sociologia, civilizações antigas e ao trabalho que desenvolve em prol dos novos autores no Clube dos Novos Autores, onde é coordenadora geral.
  A sua contribuição para com a literatura brasileira é ressaltar os valores escondidos longe da hipocrisia. Fala dos sentimentos como são e da vida como é. Nas entrelinhas de seus escritos estarão ressaltados os valores esquecidos pela marcha do capitalismo emergente.
  Todos os seus trabalhos são palpados em pesquisa de campo junto à realidade dos comportamentos e traços característicos do que escreve, convivendo com as pessoas e situações. Questionadora por natureza, está sempre em busca de respostas.
Tem o ímpeto atrativo em escrever livros inspirados em acontecimentos verídicos.
  Adriana desenvolveu um estilo literário ímpar, seus livros são marcados por singularidade e inovação linguística. A escritora encabeça a lista de traços inéditos à literatura nacional. O fluxo da consciência indefine as fronteiras entre a voz do narrador e a das personagens, de modo que reminiscências, desejos, falas e ações se misturam na narrativa num jorro desarticulado, descontínuo, que tem essa desordem representada por uma estrutura sintática caótica. Assim, o pensamento simplesmente flui livremente, pois as personagens não pensam de maneira ordenada, e sim, conturbada e desconexa, ou seja, é a espontaneidade da representação do pensamento das personagens que caracteriza o caos de tal marca literária.
  Aprecia a escrita de romances e discurso interior. Seus livros possuem o dom de nascerem viscerantes – em pouco tempo o leitor torna-se íntimo de suas personagens, criadas com o afã de cavar, no fundo do âmago, o sentimento capaz de dominar, jogar os leitores entre as suas palavras, em uma entrega não somente infinita, mas de profundidade. Este é o modo como vive e se relaciona com a vida.
  Com participações e menções honrosas em vários concursos literários, acredita neste caminho para galgar as escadas tão dificultosas em um país cuja leitura ainda é um desafio

   Conheça algumas obras da autora:



SINOPSE: Um encontro entre a vida e a morte, entre os dois pólos, a presença milagrosa do amor – tudo passa a ter sentido… Clarice, solitária e questionadora, através de um pesadelo conhece o romântico Klaus, portador de uma doença terminal. De repente, ele passa a persegui-la em todos os lugares, trazendo à narrativa, um cunho de mistério e sensações intrigantes. Um livro rico em sentimentos que fará o leitor rir, chorar, suspirar e odiar durante toda a leitura. Uma afronta aos conservadores. Uma luz no final do túnel! Este é o primeiro livro da série – O Voo da Estirpe.





SINOPSE : 
Um livro ousado e irá lhe enganar!O Oitavo pecado agitará com todos os seus instintos; sentirá do caos ao cosmo, a essência do amor distorcido e toda fúria do pecado mitológico! Uma mulher curiosa, um anjo que nasce com os instintos aflorados em busca da verdade. O que é verdade? Como alcançá-la? Mitos, curiosidades e facetas envolvendo uma narrativa peculiar e instigante. Henaph resolve traçar o próprio destino! Sem saber o ônus do caminho trilhado, ela segue destemida e incansavelmente, sedenta da existência humana. Um triângulo amoroso que a divide entre o rei Minos de Creta, protetor e cuidadoso e o deus grego Hermes, sábio e intrigante. Os deuses darão um palpitar dramático, ao final da trama!



SINOPSE: A personagem descobre o mundo em que vive, desvendando através de si, os mistérios sobre o amor que sente, protegendo o nome do amado em um codinome: “segredo”. Uma obra dedicada a todos os amantes incondicionais da literatura; escrita que persegue os passos do estilo literário “claricence”, pelo modo intenso, ofegante e degenerado.


   Veja abaixo o Book Trailler de:
 O Voo da Estirep I 



O Oitavo Pecado




   Amigos, fiquei muti feliz com essa parceria e espero, junto com a nossa parceira trazer sempre mais alegria a nossa vida litrária.
   ADRINA VARGAS, seja bem vinda e a "casa" é sua,
   Beijos!












21.9.12

Os Sete Pecados Literários


   Oi gente! Recebi esse meme super fofo da Alexis e está também no seu blog www.alexis-meustesourospreferidos.blogspot.com.br
   Eu gostei tanto que resolvi confessar pra vocês meus 7 pecados literários.
   Ai, ai... vamos as minhas confissões.

   1 - GANÂNCIA: Qual seu livro mais caro? E menos caro? 

   O livro mais caro... Acho que são os da Série Mortal. Certamente a Eve e o Roarke querem me levar a falência.

     O livro mais barato... Uma Chance de Ser Feliz da Bárbara Delinky. Gente, nem eu acredito, mas paguei R$ 2,50 em um sebo.

   2 - IRA: Com qual livro você tem um relação de amor/ódio?

   Nossaaaaaaa, eu não consigo ler "O Morro dos Ventos Uivantes", da Emilly Brontë. Amo a estória de amor de Hathcliff e Catherine. Ms o livro não desenrola.

   3 - Gula: Que livro você devorou?

   Vixi... agora complicou. Devoro todos, mas um que devorei literalmente foi "Amanhecer" da Stephenie Meyer. Li em um dia sem parar pra quase nada.

   4 - Preguiça: Que livro você tem negligênciado devido a preguiça?

   "Cartas na Mesa" da Aghata Christie. Amo os livros da 'dama' do crime, mas esse está difícil.

   5 - Orgulho: Que livro tem mais orgulho de ter lido?

   Sem dúvida nenhuma é "Médico de Homens e de Almas" de Taylor Caldwell. suas mais de 600 páginas no começo me afugentaram, por ser uma leitura difícil. Mas depois que entrei no livro e comecei a fazer parte dele... amei cada linha lida e fiquei sentida por não ser maior.

   6 - Luxuria:  Quais atributos você acha mais atraentes em personagens masculinos e femininos?

   Masculinos: Os que tem 'pegada'. São protetores, saliente (né, Alexis?), mas que também são carinhosos.
   Femininos: Gosto das que se deixam ser cuidadas sem serem tapadas. A Nicole, a Eva e a Crissy da série protetores são as minhas preferidas.

   7  - Inveja: Que liros você gostaria de receber de presente?

   Pior pergunta... São tantos, mas vou ver se consigo enumerar alguns:
 
Todos os da série mortal que ainda não tenho;
Todos que tem Myron Bolitar como personagem principal, do Harlan Coben;
Todos os Homens do Texas da Diana Palmer, etc...
 
   Isso foi só pra citar alguns, porque a lista é infinita.

   Eu sei, eu sei... tenho inúmeros pecados literários.
   Mas e os seus, quais são?
   Deixo o espaço aberto para vocês comentarem. E para quem tem blog, coloca no seu blog e confessa pra gente: Quais são seus 7 pecados literários?
   Beijos!!!