14.1.13

O Voo da Estirpe - Adriana Vargas

Olá amigos!!!
Mais uma resenha de um livro nacional. E devo dizer: " Que livro...."
Adriana Vargas, minha querida amiga e autora, não se dever querer infartar os leitores a cada linha lida. Nossos coraçõezinhos não suportam tantas emoções.








Ninguém lê um livro de Adriana Vargas e sai impunemente de sua leitura. Assim como a descrição acima da autora, são seus livros. Eu já tive o prazer de ler outros livros da autora e ao pegar O Voo da Estirpe, não esperava menos do que o livro me ofereceu.




SINOPSE: Um encontro entre a vida e a morte, entre os dois pólos, a presença milagrosa do amor – tudo passa a ter sentido… Clarice, solitária e questionadora, através de um pesadelo conhece o romântico Klaus, portador de uma doença terminal. De repente, ele passa a persegui-la em todos os lugares, trazendo à narrativa, um cunho de mistério e sensações intrigantes. Um livro rico em sentimentos que fará o leitor rir, chorar, suspirar e odiar durante toda a leitura. Uma afronta aos conservadores. Uma luz no final do túnel! Este é o primeiro livro da série – O Voo da Estirpe.


"... - Como não me apaixonar por alguém que sempre esperei em minha vida, e de repente, estava em meus braços? Você me encontrou. Eu, na verdade só te esperei..."
Página 71

Roubartilhando o comentários da minha amiga Carol Teles do blog Irreparável, eu não sei fazer resenha de livro que mexe comigo. Clarice e Klaus me deixarão sem chão.
O que falar desses dois?....
O Voo da Estirpe já está na minha estante para ser lido há um bom tempo. E para dizer a verdade, estava me preparando psicologicamente para ele. Sabia que sairia com meus sentimentos alterados.
Eu li O Voo da Estirpe em uma tarde. Os sentimentos que ele me trouxe foram arrebatadores, não é uma leitura difícil, mas é uma leitura de sentimentos complexos.
Narrado na primeira pessoa, é impossível não sentir o que Clarice sente. Não sentir sua alegrias e se atormentar com suas dores.
Klaus... ah Klaus é um sonho. Eu estou aqui tentando descrever Klaus, mas a única palavra que me vem a cabeça é P.E.R.F.E.I.T.O.
O romance de Clarice e Klaus é algo que todos sonham em ter um dia. É de uma entrega total, aquele tipo de romance que tem algodão doce numa tarde de domingo em um parque, e um uma paixão enlouquecedora debaixo de chuva. Cúmplices em suas "artes" e suas paixões. É aquele casal que seus corpos se encaixam, e quando estão juntos nada mais existe. 
Sofri horrores com ambos. Sendo uma pessoa passional como sou, senti todos os sentimentos que o livro me possibilitou. Chorei com Klaus, em seu momento de dor, desmontei com Clarice se vendo diante da sua realidade.
Em fim... é um livro de sentimentos.  Não é um livro que você, coloca novamente na sua estante e segue sua vida como se nunca o tivesse lido.
Eu recomendo todos os livros da Adriana, mas O Voo da Estirpe.... sem palavras.
Leiam e voem nas asas de Clarice!!!!



"... Quando me apaixono, é como se uma força surgisse em minha vida com ares de surpresa e todas as coisas de repente se encaixavam. A medida mais necessária a tomar era aquela que não se sabia compreender. Tomei um alucinógeno, fiquei enfeitiçada, descobri a receita da imortalidade..."
Página 96

E se vocês ficaram curiosos para ler O Voo da Estirpe, Caminhos para libertação; aguardem pois em breve teremos O Voo da Estirpe, O túnel do tempo.
Adriana Vargas, obrigado por me apresentar Clarice e Klaus..
Beijos!!!


9 comentários:

  1. Todo mundo fala muito bem dos livros da Adriana!
    Eu, particularmente, ainda não fui fisgada pela sinopse, mas ela tem uma escrita profunda, isso já deu para perceber.

    Está na lista, só não sei quando vou ler, hehehe

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Certamente vou ler, só que vai ter que aguardar eu acabar de ler os livros que ganhei neste final de ano (é gratificante ganhar bons livros dos amigos)...

    ResponderExcluir
  3. Oi amore! Resenha perfeita, com tudo que um autor tem direito, e eu simplesmente amei com todas as letras. Obrigada por me ler e me resenhar.
    Beijos.
    Adriana.

    ResponderExcluir
  4. Linda resenha Eykler. Eu também gostei muito do livro. A Adriana tem um jeito todo próprio de escrever e de nos passar os sentimentos de seus personagens. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oh amiga!!
    Ainda não li esse livro, mas o farei em breve.
    É muito bom quando um livro no tira do chão.
    Agora fiquei curiosíssima para ler.

    bjus

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha. Eu li este livro da Adriana na primeirra versão a mais de 1 ano atrás, este ainda não tive oportunidade e me disseram que há modificações na história.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha,sei que os livros da Adriana Vargas são profundos e cheios de sentimentos e muita verdade!!!

    Minha mãe leu e adorou e eu fiquei louca para ler,mas ainda terei oportunidade!!!!

    Parabéns pela resenha!!!

    ResponderExcluir
  8. Preciso encontrar os livros da Adriana num valor em conta para comprar, porque estou me matando de curiosidade por eles já faz um tempo, e você também não me ajuda né Eykler???? kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Sou portuguesa e não encontro os livros dessa escritora (Adriana Vargas), alguem me pode enviar alguns em pdf?
    O livro fisico, se o mandar vir do Brasil, o frete é mutio grande
    xaninha170273@hotmail.com
    Obrigada

    ResponderExcluir