4.2.13

Amante Eterno - J. R. Ward

Olá amigos! 
Me desculpem duas resenhas seguidas da mesma série, mas é que não pude evitar de emendar um livro no outro.
Como disse a Lia no comentário de Amante Sombrio, IAN é assim: ou você ama e vicia; ou odeia.
Adivinha o que aconteceu comigo?????? Pois é, viciei.
E quando você lê e pensa que conheceu o amor da sua vida literária, vêm outros e você se apaixona mais ainda. Se Wrath é o cara, Rhage é o IRMÃO do cara, rsrsrsrs. 
Lendo IAN virei " pegadora" literária, eu já li cinco dos livros publicados, e a cada livro que leio descubro um novo vampiro para chamar de meu hellren, e ser chamada de sua shelllan.
E com Amante Eterno isso não seria diferente.
Amante Eterno foi o que mais me emocionou até agora.


Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta. Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...



Ai gente, por onde eu começo falando do Rhage?????? Dizer que ele é tdb, lindo, romântico, cuidadoso, possessivo, e mortalmente sedutor é " chover no molhado", né? Porque ele é tudo isso e mais um pouco.
Eu não consegui, ainda, ter um irmão favorito; mas o Rhage... Suspiros. Aliás eu já reivindiquei um, mas isso é outro livro.

Talvez dos irmãos Rhage seja o mais letal. Ele trás consigo uma maldição. e devo dizer que essa maldição não é lá o sonho da vida dele. Enquanto os outros irmãos matam os lesser, Rhage os devora. Durante momentos de fortes emoções não é muito conveniente que alguém coloque no seu caminho e no caminho de sua fera.
Mas apesar de tudo isso Rhage é um espetáculo. Ele se apaixona por uma humana, então ele têm que conquistá-la, se fazer confiável.
Mary é uma sobrevivente. Ela sobreviveu a doença de sua mãe, e quando ela acha que está tudo bem; é ela quem fica doente. Ela também é uma sobrevivente da sua leucemia. 
Ela ajuda como voluntária em uma ONG que atende ligações de pessoas que precisam de um conforto, ela mesma já foi usuária dessa ONG. Mary recebe umas ligações anônimas, o que a coloca em alerta. Mas uma noite o seu interlocutor aparece bem na sua frente, e ela vê não se passar apenas de um menino. 
Quando sua vizinha Bela a vê com esse estranho, ela vai ver quem é. Mas quando Bela vê esse menino, ela percebe que ele tem algo mais. Toda essa fragilidade é típico de vampiro antes da transição. Decidida a ajudar, ela leva Mary e John até a Irmandade. e quando Rhage coloca seu olho em Mary, ou melhor, seu olfato porque ele primeiro sente o seu cheiro, pronto caiu de amores.
Mas pensam que foi só chegar e pegar a "moçoila"? Nãnãninãnão. Mary não se acha o tipo de  mulher que chama atenção, enquanto Rhage não passa desapercebido. Já viu o trabalho que ele teve, né?
Chaveco vai, chaveco vem e Rhage conquista a nossa mocinha.


Aí quando a gente pensa que " love's in the air", a doença de Mary volta, e ela decide que não vai dar pra continuar. E pra ajudar, a fera que Rhage trás em sua maldição também deseja Mary. 
Isso mesmo meus amigos, a fera caiu de amores pela Mary.
Aí você pensa que quando tudo não podia ficar pior, acontece algo que faz a gente chorar litros enquanto lê. 
Eu chorava e o povo achando a pessoa louca. Como assim chorar enquanto lê um livro de vampiros???? Pois é, choreiiiiiiiiiii largadoooooooooooooo.
Rhage e Mary nem são meu casal favorito, mas com certeza dos que li, até agora, Amante Eterno tem seu lugar de destaque.
O que, você não conhece IAN? Corre lá e caia de amores por eles. Eu já tropecei, caí, rastejei, só ainda não levantei.
Loguinho trago para vocês Amante Desperto. E já vou avisando Zsadist é meu, esse eu reivindiquei pra mim.
Beijos!!!









8 comentários:

  1. Adorei sua resenha, eu nunca vi ninguém chorar com livro de vampiro isso foi novidade pra mim kkkkk
    Eu já sou apaixonada por dois irmãos o Ren e o Khisan e ainda não consegui decidir entre os dois e você ainda vem me apresentando mais rsrs
    Já estou gostando da série.

    Bjs
    Jéssica

    ResponderExcluir
  2. Adooooooooro a IAN e sou doidinha pelo Rhage.
    Tbm chorei litros lendo e sim, eu quis entrar no livro e estrangular a Vagaba Escriba.
    Não tem como ler IAN e não se perder de amores pelo Hollywood.



    Bjus

    ResponderExcluir
  3. ai,ai, Rhage tudo de bom, não é meu preferido, mas adoro ele. Ele é forte,poderoso, mas tão doce quanto o pirulito que ele adora chupar. fofura...

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    Tudo bom? Tô de volta com um post novo!
    Dá uma passadinha por lá e confere! Pode puxar um assunto e contar o que achou!


    http://endless-poem.blogspot.com.br/

    Tô te esperando lá
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ai...ai...ai.....esse Rhage....além de lindooooooooooooo...ainda é um monstrão......kkkkkk

    Acho ele tão cuidadoso com sua Shellan.....

    Da até para querer um dragão para mim.......

    ResponderExcluir
  6. Uau, sempre que leio uma resenha destes livro fico mais afim de ler...e como vc já esta viciada me faz querer mais ainda porque dá a entender que é realamente muito bom...

    Parabéns pela resenha.

    Beijokas!

    Fê!

    ResponderExcluir
  7. Preciso ler esses livros com urgência, mas cadê tempo? Com a volta as aulas, meu ritmo de leitura diminui consideravelmente... Mas vou encontrar uma horinha para esse tal de Raghe... kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Eu amei esse livro e o Rhage era o meu favorito até chegar o livro do Revh... mas voltando a nossa fera.. adorei a resenha,o livro é maravilhoso,sem defeitos,adrenalina e sensualidade do início ao fim....

    Bem vinda as fãs da Irmandade!!!!

    bjsss

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir