10.2.13

Burna Camporezi - Autora Parceira (Entrevista)




Olá amigos!!!
Estou tão feliz de conhecer a literatura nacional. Tenho conhecido obras tão sensacionais, que me faz falar ainda mais que tenho orgulho de ser leitora nacional.
E hoje trago para vocês mais uma parceira para o Agridoce.
Conheçam Bruna Camporezi



BRUNA CAMPOREZI nasceu em 11 de fevereiro de 1993, mora em São Paulo e estuda Engenharia dos Materiais na Universidade Federal do ABC- UFABC. Sempre se interessou por todo tipo de arte, como pinturas, desenhos, teatro e, principalmente, literatura. Sua imaginação fértil lhe proporcionou diversas histórias que acabavam se perdendo no tempo, até o dia em que resolveu colocar no papel. E correu atrás de seu sonho, que agora se materializa com a trilogia Os segredos de Landara.



SINOPSE: É preciso coragem para desvendar o passado...
Acordar em um lugar sujo e completamente estranho parece algo insano demais, principalmente quando uma jovem percebe que está dentro de uma prisão e não consegue se recordar nem mesmo de seu próprio nome.
Completamente perdida, sua única escolha é tentar se comunicar com os outros encarcerados, como James, um antigo prisioneiro. A garota descobre que está em Landara, uma ilha que abriga criaturas incríveis e civilizações bem peculiares. Para desvendar os mistérios desse lugar, terá que encontrar Klaus Leone, um cientista genial que há tempos esconde algo que poderá mudar o futuro da ilha. E ao contar com a ajuda de diversos companheiros, acabará se apaixonando por um deles.
As descobertas de seu passado e sobre este mundo aumentam a cada página e, de forma surpreendente, acabam alterando o rumo da viagem, obrigando-a a enfrentar situações que ela só acreditava ser possível em sonhos.
O que esta extraordinária ilha tem de tão oculta?


A autora é uma fofa, e o nosso bate papo acabou virando uma entrevista. Conheçam um pouco mais de Bruna Camporezi.


 .Agridoce: Olá Bruna! Fale-nos sobre você

B.Camporezi : Olá, é um grande prazer estar aqui respondendo aos leitores. Bom, nasci em São Paulo dia 11/02/1993 e desde pequena minha mãe me incentivou a ler. Comecei a cultivar essa prática e percebi que também tinha muita facilidade para escrever. Em 2009 tive a ideia de começar um livro, e, quando fui ver, entendi que era isso que eu queria fazer para o resto da vida.
Faço engenharia na Universidade Federal do ABC, mas torço muito para minha carreira de escritora ser, algum dia, período integral (apesar de gostar do meu curso). Amo escrever. É um momento muito único, muito mágico para mim. Meu maior objetivo como escritora é conseguir colocar um sorriso no rosto de alguém que eu não conseguiria fazer pessoalmente. Se meus livros forem capazes de fazer isso, posso dizer que sou uma pessoa feliz.

.Agridoce: Conte-nos sobre seu processo de criação.

B.Camporezi : Tive a ideia para o livro num sonho esquisito. Depois que acordei passei a criar a história e hoje posso dizer que fiquei bastante feliz com o resultado. Apaixonei-me por todos os meus personagens e tenho certeza que os leitores também se apaixonarão. Se identificarão com eles. Foi muito fácil escrever esse livro, as coisas passaram a fazer sentido e Landara se tornou muito real, o que facilitou ainda mais a criação de tudo. Posso dizer que tenho muito carinho por cada página.

.Agridoce: Pela sinopse, percebemos que Os segredos de Landara é um livro que nos trará fortes emoções. Qual foi seu maior desafio enquanto dava vida aos seus personagens?

B.Camporezi : O maior desafio para mim é sempre dar nomes. Tenho muita dificuldade em nomear meus personagens, pois acredito que cada nome deve ser muito bem pensado. Mas, na verdade, os personagens se criaram facilmente e interagiram um com o outro de uma forma melhor ainda. Eles combinam! O grupo inteiro é muito especial. Todos eles juntos montam a essência de Landara, as civilizações, as criaturas, as culturas diferentes entre as aldeias e as cidades. É uma mistura deliciosa que envolve de tudo. Uma história enorme dividida em três livros. Tenho um final surpreendente para os leitores que acompanharão a trilogia. Sim, página e páginas de emoções diversas! Espero que se divirtam!

.Agridoce: Como e quando descobriu que seria escritora?

B.Camporezi : Descobri que seria oficialmente escritora quando a editora Novo Século me mandou um e-mail dizendo “Vamos publicar!”, mas acho que nasci escritora. A vontade de escrever é simplesmente uma grande parte de mim, combinada com a imaginação e os pensamentos distantes. Porém, como eu disse, comecei a realmente escrever em 2009. Foi tão fantástico finalmente perceber o que eu realmente queria ser. Porque em minha vida inteira fiquei vagueando em minha indecisão. O que eu queria ser? Não fazia ideia! Mas tudo fez sentido quando digitei “Capítulo 1” no computador. Era o que eu queria ser. Escritora. Porém eu sabia que era uma área difícil de entrar, então comecei a trilhar duas carreiras, uma por paixão e a outra por necessidade.

.Agridoce:Você escreve em qualquer lugar ou precisa de silêncio? E como você faz quando tem uma ideia para o seu livro e está em um lugar que não tem como escrever?




B.Camporezi : Preciso de silêncio, preciso de paz! Então normalmente escrevo à noite, de madrugada. Porém as ideias surgem em todos os lugares, nas horas mais inconvenientes! Tive uma ideia uma vez quando estava na praia, e não tinha nada para escrever e nem lugar para escrever! Me bateu o desespero, porque eu sabia que esqueceria os detalhes se não anotasse em algum lugar. Então pulei da cadeira de praia e saí caçando alguma coisa que desse para registrar aquelas ideias. No fim das contas achei um pedaço de papelão e uma caneta caindo aos pedaços, e escrevi praticamente um capítulo inteiro sentada na praia perto do mar. Até hoje tenho o papelão guardado.
Às vezes tenho ideias no meio da aula, por isso é bem provável encontrar anotações na última folha de meus cadernos de faculdade. Mas, fora isso, sempre ando com meu caderninho de anotações ou com meu IPod. Eles me ajudam bastante. Já tenho três caderninhos e sou apaixonada por eles. O engraçado é que de vez em quando escrevo algo e depois quando vou ler nem lembro o motivo de ter escrito aquilo! Fico muito brava, mas sempre acabo fazendo de novo! Hahaha!

.Agridoce: Qual foi o maior desafio que enfrentou quando decidiu que escreveria um livro?

B.Camporezi : Muitas vezes tive vontade de escrever coisas que não conseguiria ser capaz de deixar alguém ler depois, então, quando se pensa em publicar um livro, é preciso também pensar até que ponto quer ir, tem que pensar em seu público e o que quer passar, que tipo de escritora quer ser. Pensei muito sobre isso e achei meu ponto de equilíbrio, e sou feliz com isso. Porém o maior desafio é “dar a cara a tapa”. Esperar críticas, torcer para gostarem do livro, achar seu público... Tudo isso é um desafio. E o maior deles é encontrar uma editora disposta a abraçar sua obra. Todo pacote é desafiador. Quando falamos sobre um sonho, qualquer detalhe importa. Qualquer falha mínima significa muito, porque um sonho tem que ser perfeito. Mas mesmo com todos os desafios, posso dizer que vale muito a pena. Amo, amo demais ser escritora. E espero continuar no ramo para sempre.

.Agridoce: Qual seu escritor preferido?

B.Camporezi : Gosto de muitos escritores! Mas vou citar alguns dos meus favoritos: Patrícia Cabot (pseudônimo de Meg Cabot), Stephenie Meyer, Laura Lee Guhrke, Sidney Sheldon, Mauricio de Sousa...

.Agridoce: Vivendo no meio literário, vejo que a literatura nacional vem num crescente e mesmo assim o pré-conceito com livro nacional ainda é grande. Como lidar com esse pré-conceito e fazer com que uma obra nacional atinja a grande massa?

B.Camporezi : Infelizmente o preconceito ainda é bem comum, principalmente nas livrarias. Percebe a diferença entre as prateleiras? Percebe quais os livros são mais expostos? Tudo isso influencia muito na escolha de que livro comprar. Então o autor brasileiro deve levar isso em consideração e saber que vai precisar lutar muito mais para ser valorizado. Por isso é preciso estar sempre presente para o leitor. Há uma relação Autor-Leitor diferenciada. E valorizo isso. Raramente um leitor consegue conversar com um autor estrangeiro, mas facilmente pode fazê-lo com um brasileiro. E isso é muito bom. Gosto de conversar com meus leitores. Mas o ponto é fazer propaganda, muita propaganda! Acho que isso ajuda bastante.

.Agridoce: Chega uma hora no processo de criação que pode haver um bloqueio. Já passou por isso? E, se sim, como lidou com isso?

B.Camporezi : Ter bloqueios é normal, mas eu quase não sofro muito com isso. É só reler o que escrevi e pensar um pouco que logo tenho novas ideias. Mas meu maior bloqueio é minha faculdade, que suga meu tempo! Sério mesmo, demorei praticamente um ano para escrever o primeiro livro da trilogia, porém, quando minha faculdade entrou em greve, aproveitei para escrever o segundo livro, e terminei em quatro meses apenas. E este é maior que o primeiro! Para você ver como isso é complicado! Mas amo tanto escrever que às vezes deixo a faculdade de lado e mergulho sem medo nesse mundo maravilhoso! J

.Agridoce: Os Segredos de Landara é o primeiro de uma trilogia. O que podemos esperar dos próximos livros?

B.Camporezi : Podem esperar muita coisa, muita coisa mesmo! Esse é apenas o comecinho da história, é o momento em que tudo começa a desenrolar. O segundo livro é repleto de ação, descobertas e reviravoltas desde a primeira página. Uma guerra se aproxima e tudo pode acontecer. O terceiro livro guarda um final surpreendente, que aposto que impressionará a cada um dos leitores. Uma única história dividida em três livros. Há páginas o suficiente para o leitor se deliciar com cada personagem, com cada detalhe das civilizações que gradualmente se revelam. Amo a história e amo os personagens. Uma doce mistura de mistério, aventura, descobertas, fantasias, comédia, amizade, romance,... Tenho certeza que vão se divertir.

.Agridoce: Bruna, seja mais que bem vinda ao Agridoce. A casa é sua.

B.Camporezi : Muito obrigada, é uma honra conversar com vocês e fazer parceria com o blog. E que todos sejam muito bem-vindos à Landara! J
Amigos, eu amei ter esse bate papo com a Bruna e loguinho tarei para vocês Os Segredos de Landara. 
Não deixem de curtir a página do livro no facebook:
Beijos!!!


8 comentários:

  1. Eykler, parabéns amiga por mais esta parceria! Tenho certeza que será um sucesso!
    E adorei conhecer um pouco mais da autora, através da entrevista. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela parceria,muito sucesso para as duas....

    Adorei conhecer um pouco mais da autora e do livro!!!

    Parabéns pela entrevista amiga!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Mais tá muito abusada você... Toda hora uma parceira maravilhosa. O que é isso Meu Deus? kkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeiras a parte, você merece. A gente sente quando uma blogueira coloca o coração no seu trabalho, e é isso que você faz... parabéns!

    Elimar

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela parceria, querida!
    Curti a sinopse e a entrevista! A autora parece uma fofa!

    Aguardo a resenha!

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Aiii, adoro parcerias ^^
    Parabenss!!! Você merece.
    É sempre bom, conhecer
    autores novos ^^
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela parceria!!
    Bruna é um amor, e adorei ler a entrevista..

    beijos mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela parceria e muito sucesso para a parceria.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela parceria!!
    A autora parece mesmo uma fofa. Sucesso para ela.
    bjs

    ResponderExcluir