11.11.13

Nudez Mortal - Nora Roberts (Maratona Nora Roberts)


Olá pessoal!!! Cá estou participando da Maratona Nora Roberts. No início, quando a Rosa Gutierrez administrado do site Nora Roberts Brasil lançou a maratona eu hesitei, porque seria um compromisso por um longo tempo, mas como não falar dessa autora e dessa série que são as principais responsáveis por eu amar ler? 

Então á partir de hoje e nos próximos quatro meses, teremos Eve, Roarke (tudodebom), Summserset, Peabody, Ian, Feney, e tantos outros personagens que fazem dessa série a melhor série que já li...

Vamos à resenha?????


Nudez MortalEdição: 1, Editora: BestBolso, Ano: 2010, Páginas: 350                                                                                                                              SINOPSE: Eve Dallas é tenente da polícia de Nova York e está caçando um assassino cruel. Em mais de dez anos na força policial ela já viu de tudo e sabe que a própria sobrevivência depende de seus instintos. Eve avança contra todos os avisos que lhe dão para não se envolver com Roarke, bilionário irlandês, o principal suspeito de um dos casos de assassinato que ela está investigando. A paixão e a sedução, porém, possuem regras próprias, e depende de Eve assumir um risco nos braços de um homem sobre o qual ela nada sabe, a não ser a necessidade de sentir o toque dele, que se transformou em um vício para ela.


Eu conheci a Nora Roberts e a Série Mortal por causa única e exclusivamente de minha sobrinha. Obrigado Marília, porque sem você eu não teriam me apaixonado perdidamente por Roarke e pela Eve, não necessariamente nessa ordem.

Nudez Mortal nos traz uma trama que me fez pensar muito, porque quem gosta de livro que tem homicídios, sabe que o tentar descobrir o assassino antes do final é que está todo ‘charme’, se é que o termo é esse, do enredo em si.

Já logo no começo temos um assassinato da neta de um ‘bambambã’, mas o assassinato foi cometido a, o que podemos dizer moda antiga.  A vítima em questão foi assassinada por uma arma de fogo do inicio dos anos 2000, como toda trama do livro se passa em 2058 e esse tipo de arma foi banida nas guerras urbanas, a grande questão é quem poderia ter uma arma dessas em mãos.

Aí meus queridos todos são suspeitos até que se prove o contrário...

Vítima no passado, Eve vive sua profissão para defender as vítimas, e se tem uma coisa que a deixa muito pau da vida, é uma pessoa tirar a vida de outra, se eu fosse um assassino de papel, definitivamente eu não queria cair nas graças da nossa tenente. Eve investiga o assassinato exaustivamente, e é nessa investigação que ela conhece o mais fodástico dos hominhos de papel que conheço. Aaiai... Roarke. Roarke é um personagem que teria tudo para ser o assassino, teria meios, mas será que teria motivos? Qual o interesse dele na morte da jovem assassinada? Como ele cometeu esse assassinato? Essas e outras perguntas rondam nossa cabeça enquanto o livro vai se desenrolando.

Gente eu amooooooooooooooooo o primeiro encontro dele e da Eve, ver nossa tenente tão forte e segura, amolecer e esmorecer diante dele é uma coisa deliciosa de ler.

Quanto ao final????? Ah o final é mara, como foi o primeiro que li, descobri o assassino junto com Eve.

Mas vou lhes avisando, o Ministério da Leitura adverte: Ler a Série Mortal vicia...

Mês que em tem mais da Maratona, o livro que conhecerão não será sequencia, mas será, com certeza, um dos melhores livros da série.

Beijos!!!!






Um comentário:

  1. Eu já tinha ouvido da série através de uma amiga que é louca por Nora Roberts.
    Eu não li muita coisa da autora, mas tenho muita vontade de ler, principalmente essa série.
    Sua resenha é muito boa e me deu mais vontade ainda.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir